SINCRONICIDADE

Compartilhe!

Sincronicidade é um conceito desenvolvido por Carl Gustav Jung para definir acontecimentos que se relacionam não por relação causal e sim por relação de significado. Desta forma, é necessário que consideremos os eventos sincronísticos não relacionados com o princípio da causalidade, mas por terem um significado igual ou semelhante. A sincronicidade é também referida por Jung de “coincidência significativa”.

E é assim que vejo a forma em que conheci Olivier. Há mais ou menos 60 dias, comecei a mentalizar um curso de reciclagem sobre terapia quântica na França, mas até este dia, não tinha nada confirmado. Até que recebi um contato de uma amiga me convidando para um bate-papo informal com um amigo Francês que estava chegando no Brasil.

Agendamos um encontro e foi uma surpresa muito gratificante, pois o Olivier também trabalha com Terapia Quântica, mas tem um método completamente diferente – Conversamos horas obre o método que ele desenvolveu especialmente para a realidade do Brasileiro.

Em virtude disso, entrei em contato com a minha amiga Rita Fedon, que prontamente agendou uma entrevista no seu programa com o Olivier.

Segue abaixo um resumo do nosso bate-papo e o link da entrevista no Programa Rita Fedon.

Olivier é Francês/Bretão, um País de tradição celta. Há mais de 30 anos vem trabalhando em áreas completamente técnicas, racionais e concretas, como na engenharia, construções etc.

Depois de seu divórcio, partiu numa viagem Sabática até que chegou no Brasil, e foi aqui, que ele percebeu que vivia sem nenhum propósito na vida. Ficou emocionando quando se sentiu em casa, e de como foi acolhido pelo povo Brasileiro – Sentiu um Amor profundo pela nossa terra e decidiu vir morar e trabalhar aqui no Brasil com toda a experiência em Coaching de vida obtida na França, querendo retribuir todo esse carinho que recebeu, desenvolveu uma técnica única e especifica para a nossa realidade.

Gratidão a Eloysa Vilela Diniz, intérprete do Olivier, que me ajudou bastante nos encontros.

Para facilitar a compreensão da técnica, segue uma pequena introdução.

O QUE É ESTE CURSO E POR QUE ELE EXISTE?

É uma técnica de introspecção que permite viajar livremente no coração de temas pessoais, de maneira lúdica e ultrapassar as eventuais ilusões e certas situações para encontrar seus próprios fundamentos de vida. Por exemplo: Todas pessoas tiveram um passado familiar, e sempre existem momentos considerados não tão bons assim ou desagradáveis, que afetam o momento presente das pessoas; porém, essa visão que faz cada um sofrer ou não se colocar em valor na própria vida, é de fato objetiva? Sem sofrimento, e de preferência, rindo profunda e sinceramente, finalmente poder observar verdades que vão, enfim, servir de cimento para melhorar a sua vida atual.

Ou então o exemplo de uma bela mulher que sente a falta da afeição masculina, mas que, ao mesmo tempo que ela quer receber essa atenção, esse carinho, esse amor, ela têm uma outra parte inconsciente dela que cocria e atrai exatamente o contrário. E ao tomar consciência de certos mecanismos, ela se permitiu a fazer sua escolha completa e em consciência para a própria vida a partir daquele momento, assumindo completamente quem ela é. Sem se esconder de si mesma ou se julgar.

As mulheres estão constantemente na procura de algo, querendo ou não. Mesmo sendo homem, é nítido ver que a mulher procura a si mesma, o que faz bem para ela, pessoas compatíveis, trabalho compatível, uma vida que ela seja feliz.

Na Bretanha falam que a mulher é multidimensional: ela faz, sente e pensa coisas completamente diferentes ao mesmo tempo! Para um homem, isso é inexplicável, mas para uma mulher, e se ela se deixar ser completamente quem ela é e tudo que faz parte dela, ela consegue ser inabalável na “Flor da sua feminilidade”. Entre mulheres existe um bem-estar e um equilíbrio que elas precisam. Assim como os homens precisam de um momento entre eles também para respirar a testosterona necessária e não se perder ou se confundir com o funcionamento feminino.

Porém, frente a um homem, a mulher nem sempre não consegue ser, falar ou agir da mesma maneira que frente a uma mulher.

O homem é concreto, simples, quadrado. Já a mulher tem suas facetas, mas ela é muito mais sonhadora e incoerente se quiserem racionalizar o comportamento dela. E ela precisa de uma visão objetiva das coisas para não se perder em complicações internas. E, ao mesmo tempo, não perder a magia de ser mulher, muito pelo contrário, viver esta magia plenamente e sem perder a própria essência. Porém, sem as ilusões de si mesma, dos outros e do mundo em volta.

Então, estes 3 dias de curso existem para isso, para que cada mulher, frente ao homem, viva e descubra, por ela mesma, suas próprias facetas masculinas que a equilibram na vida, e graças a isso, ela toca também a flor de sua feminilidade, que é algo que nada nem ninguém pode retirar isso dela.

E O QUE MUDA NO COTIDIANO DA MULHER, APÓS O CURSO?

– Ela começa a viver de forma mais fácil a vida material – trabalho, relação consigo mesma e com os outros. Não negligenciando a realidade, pelo contrário, porém sem a noção de defeitos e julgamentos que ela tinha nela mesma antes.

E ISSO TOCA A SENSIBILIDADE DA MULHER?

– Acontece o esperado equilíbrio emocional. Porém, não no sentido de um mar calmo, e sim, como se a mulher aprendesse a “Surfar nos mares da vida” e com todas as ondas que possam aparecer, ela é surpreendida a cada instante por ela mesma.

ESTE MOMENTO DA MULHER AJUDA NA REALIZAÇÃO DE SONHOS PESSOAIS?

– Sem essa conexão consigo mesma, sempre existe uma certa frustração na mulher de não atingir completamente seus objetivos.  – Então, sim! – Existem ferramentas dadas e utilizando-as de maneira natural, espontânea, intuitiva e quântica, elas têm em mãos o que é necessário para a realização de seus objetivos pessoas de maneira sincera e surpreendente.

E DEPOIS DE TODA ESSA VIVÊNCIA, COMO VIVER AQUELA ROTINA COM TODAS AS OBRIGAÇÕES FINANCEIRAS, PROFISSIONAIS,SEM PERDER ESSA ESSÊNCIA TÃO ESPECIAL ADQUIRIDA NO CURSO, GRAÇAS A SI MESMA?

– Daí fica o convite de, no lugar de viver somente para pagar as contas e navegar na superficialidade do cotidiano, encontrar um sentido superior à própria vida, por si mesma, e/ou até determinar um caminho espiritual a seguir e viver este “gosto a mais” que existe na vida.

QUAIS SÃO AS MULHERES QUE PODEM FAZER ESTE CURSO?

– É aberto para todas as que não se contentam ou se satisfazem em viver a vida inteira na situação atual. Não tem pré-requisito nem a necessidade de um curso ou prática anterior. É para as mulheres que muitas vezes se sentem fracas e sem fibra frente a certas situações ou frente a própria vida, e este curso é para todas as mulheres gostariam de se respeitar mais.

Por: Paulo Kiai

Contato: Eloysa Vilela Diniz –  eventriskel@gmail.com

Link da Entrevista: https://www.youtube.com/watch?v=edTPwNzqbSA&t=62s 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *