CAMINHOS DOS CÂNIONS

DESCUBRA SANTA CATARINA

Os impressionantes cânions do Parque Nacional de Aparados da Serra e da Serra Geral dão nome a essa bela região turística catarinense, localizada no extremo sul do Estado e colonizada por descendentes de italianos, portugueses e alemães.

Procurado principalmente pelos amantes do ecoturismo em expedições que adentram essas grandes montanhas abruptamente recortadas pela Mãe Natureza, o Caminho dos Cânions apresenta também outras atrações no litoral e nas cidades do interior. Araranguá é a maior delas, com boa infraestrutura de comércio e serviços, além de praias, dunas, furnas e um dos mais belos cartões-postais de Santa Catarina: o Morro dos Conventos.

Aventure-se num dos ícones do ecoturismo brasileiro: os cânions de Aparados da Serra.

Os cânions do Parque Nacional Aparados da Serra marcam o limite entre Santa Catarina e o Rio Grande do Sul. A parte superior, conhecida como “Campos de Cima da Serra”, pertence ao estado gaúcho. Já os penhascos, baixadas e leitos de rios abaixo das bordas são catarinenses. Nos municípios de Praia Grande, Jacinto Machado, Timbé do Sul e Morro Grande estão os principais cânions: Itaimbezinho, Fortaleza, Malacara, Churriado, Faxinalzinho, Josafaz, Índios Coroados, Molha Coco e Amola Faca.

Percorra o litoral do Caminho dos Cânions e conheça verdadeiros paraísos naturais.

Às margens da BR-101 encontram-se os dois maiores municípios do Caminho dos Cânions: Araranguá e Sombrio. Eles são a porta de entrada para o litoral ainda bastante preservado da região. Araranguá é a cidade mais populosa, com cerca de 60 mil habitantes, boa infraestrutura hoteleira e de comércio e serviços, além de possuir atrações naturais de grande beleza, como o Morro dos Conventos. Já Sombrio possui a maior lagoa de água doce do estado, a Lagoa do Sombrio, com 54 km2. Os balneários Arroio do Silva, Gaivota e Passo de Torres completam o roteiro, com dunas, lagoas, furnas e praias de faixa de areia longas.

JACINTO MACHADO

O ecoturismo catarinense tem em Jacinto Machado um de seus melhores destinos. O município é o principal acesso para o Cânion Fortaleza, o maior da região e um dos maiores do Brasil, com 7,5 km de extensão e até 1.157 m de altura. Trilhas centenárias utilizadas pelos tropeiros, cachoeiras, piscinas naturais, rios pedregosos e vegetação exuberante tornam o passeio pelo cânion uma verdadeira aventura, que deve ser feita com guias credenciados. Jacinto Machado também tem um museu que retrata a história do município e opções de compras de artesanato local e festas típicas, como a Banarroz, a Festa do Colono e o Rodeio Crioulo Nacional.

ECOTURISMO E ESPORTES DE AVENTURA

  • Trekking, Canyoning, Rapel, Cascading e Tirolesa

CANION FORTALEZA – APARADOS DA SERRA

Trilha de aproximadamente 6 horas pelo interior do Cânion Fortaleza, atravessando a exuberante mata nativa e o leito do Rio da Pedra, passando por trechos de alto grau de dificuldade. Acesso na comunidade Costão da Pedra.

MIRANTE DO FORTALEZA

Trilha de fácil acesso, mas de longa duração, percorrendo as bordas do cânion até o mirante, de onde se avista o litoral e a divisa entre os estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Acesso na comunidade Costão da Pedra.

CACHOEIRA DO TIGRE PRETO

A partir do Mirante do Fortaleza há uma trilha levando a várias quedas-d’água (algumas com mais de 400 m de altura) e à Pedra do Segredo, uma emblemática formação rochosa. Acesso na comunidade Costão da Pedra.

MORRO CARASAL

Elevação em frente ao Cânion Fortaleza com magnífica vista panorâmica da região. O trekking pelo morro é feito por trilha íngreme, de alto grau de dificuldade, passando por campos e florestas. Situado na localidade de Engenho Velho, numa propriedade rural. As visitas devem ser agendadas com os condutores de ecoturismo locais.

CÂNION DA PEDRA

Rapel e canyoning são ótimas opções para explorar as belezas naturais do lugar, também conhecido como Cânion do Fundo das Bonecas. O trekking pelo leito do Rio Pai José, ao longo dos 4.000 m de extensão do cânion, revela agradáveis surpresas como as cascatas Tobogã e Anna Schiratta. Acesso na comunidade Costão da Pedra.

ARTESANATO

Conheça os produtos feitos de fibra de bananeira orgânica com destaque para as miniaturas de derlas (cestas usadas por imigrantes para colheita de frutos). Há também pufes, jogos americanos, cestos, luminárias, tapetes e outras peças de decoração e utilidades domésticas.

FESTAS TÍPICAS

  • Banarroz / Festa do Colono

Uma grande festa na Praça Municipal comemora as safras de banana e de arroz, os principais produtos agrícolas do município. Nos anos pares, em agosto.

RODEIO CRIOULO NACIONAL

A programação inclui competições de esportes campeiros e shows. Promovido pelo CTG – Centro de Tradições Gaúchas Recanto da Gávea, em abril.

Estrada Geral Bairro Gávea – Fone: (48) 3535-1133.

HISTÓRIA E CULTURA

Sítios Arqueológicos

Museu Histórico Municipal

Preserva utensílios e ferramentas dos pioneiros e possui artefatos arqueológicos que comprovam a presença humana na região entre 400 e 1.000 anos atrás. Segunda a sexta, 7h às 19h. Está situado no Centro de Educação e Cultura.

Praça Capitão Jorge Tramontin, s/n, Centro. Fone: (48) 3535-1732.

Museus, Casas de Cultura, Memoriais e Monumentos

GASTRONOMIA – Culinária Campeira e Gaúcha

Saboreie o típico café com mistura (ou café da roça), com queijos, salames, pães, doces, bolos e frutas da época, incluindo a banana orgânica. A fruta também é o principal ingrediente de deliciosas balas cobertas de açúcar cristalizado e de outros produtos artesanais.

PRAIA E NATUREZA

Cachoeiras, lagoas e outros recantos naturais

CACHOEIRA DO BURIM

Uma piscina natural de 5 m de profundidade é formada por essa queda dágua no Rio Engenho Velho. A área cercada de Mata Atlântica fica em propriedade particular que cobra pelo ingresso. Recomenda-se agendar visita. Comunidade Engenho Velho. Fone: (48) 9975-8052.

CIDADES VIZINHAS

ERMO

Colonizado por imigrantes açorianos, italianos e alemães, Ermo possui economia baseada no cultivo de arroz e fumo. O destaque do município são os eventos religiosos, especialmente a Festa de Nossa Senhora das Graças (maio) e a Romaria de São Donato (agosto). A Festa da Emancipação Política e Administrativa acontece em setembro e também é uma boa oportunidade para conhecer essa pequena cidade do Caminho dos Cânions.

Informações: Prefeitura – Fone: (48) 3546-0081 | www.ermo.sc.gov.br

TIMBÉ DO SUL

Timbé do Sul é outro belo destino ecoturístico do Caminho dos Cânions. O município fica no sopé da Serra Geral, nas escarpas da chamada Serra da Rocinha. A região possui várias rampas naturais para voo livre, como o Poço do Caixão (1.228 m de altitude), que recebe etapas do Festival Sul-Brasileiro de Voo Livre. Já o Portal do Palmiro é procurado por praticantes de rapel. O Rio dos Saltos é outra atração, com piscinas naturais, emolduradas por escarpas de basalto de até 1.200 m de altura. Para conhecer esses locais, bem como os cânions do Amola Faca e das Três Irmãs, a Cachoeira da Cortina e as furnas do Molha Coco e Rocinha II, é necessário o acompanhamento de um guia. Consulte a Prefeitura para agendar seu passeio.

Informações: Prefeitura | Fone: (48) 3536-1133 | www.timbedosul.sc.gov.br

Fonte: www.turismo.sc.gov.br

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *