O IMATERIAL

Casa colorida deixa a vida divertida

Cores vibrantes aplicadas em blocos, criam efeitos de volume na construção da forma do espaço urbano que expressa informações instantâneas, perceptíveis nos super gráficos multi coloridos e estruturas articuladas que expõem as cores internas e externas das construções.

As cores vibrantes atravessam o cinza do cimento, capturam nossa atenção para mensagens de  alegria e otimismo ao mesmo tempo que expressam a era criativa em que vivemos. Interações que partem da arte, agora permeiam os objetos de design trazendo as experiências para dentro de casa. Nossa percepção das cores não é mais meramente emocional passando a ser também racional. Luz, transparências e reflexos abraçam a cor e ganham status de matéria.

Você já percebeu quantas cores diferentes pode ter a parede da sua casa em diferentes momentos da luz do dia ?

Neste contexto os novos modelos do viver,  contemplam a casa-stúdio com menos móveis, mais cores e espaço para criar, produzir  e conviver.

Para cada ambiente, uma escolha

Com a variedade de cores disponível no mercado de tintas, difícil é escolher apenas uma para enfeitar as paredes do lar doce lar. Para não errar, vale seguir algumas dicas dadas por Benito Berretta, diretor de marketing da Akzo Nobel Tintas Decorativas América Latina:

– Para os quartos, local onde as pessoas buscam tranquilidade, o melhor é optar por cores neutras. Se o quarto recebe muita luz natural, vale investir na intensidade do tom. Já se o local não recebe muita luz, é recomendável tons de neutros claros;

– Para as cozinhas, as cores frescas como amarelo e o verde caem muito bem;

– Já nas salas é possível utilizar cores mais intensas se estas forem um espaço para receber visitas. No caso de salas de TV, onde busca-se tranquilidade, vale investir em cores neutras;

– Para os escritórios, locais onde passa muita gente, é conveniente escolher cores que transmitam uma forte impressão. Por isso, cores fortes como roxo e preto são boas opções.

– Para dar aos ambientes a sensação de que eles são maiores do que realmente são, opte por cores claras.

Concepção do Feng Shui

Definir uma cor para pintar a fachada ou o ambiente interno de uma casa não é uma tarefa tão simples quanto parece, especialmente se considerarmos as orientações do Feng Shui, a milenar técnica chinesa de harmonização de ambientes.

Reza a técnica que, nesta hora, não basta considerar gostos pessoais. É preciso ponderar também sobre a influência das cores nos ambientes em que elas serão inseridas.

“Os seres humanos captam todos os sinais externos, entre eles, as cores. Estas têm o poder de interferir em nosso pensamento, que, por sua vez, coordena nossas ações”, explica o Mestre I Ming, presidente da Sociedade Feng Shui.

De acordo com ele, o ideal é escolher uma cor para cada ambiente seguindo o que se pretende alcançar com ela. As cores avermelhadas, por exemplo, interferem de forma positiva na educação, na comunicação, na expansão, na humildade, na etiqueta e na esperança. Já as cores amareladas influenciam de forma positiva na fé, na confiança, no relacionamento e em desejos de grandeza.

“As cores brancas, prateadas ou douradas influenciam no rigor, na coragem, na justiça, no equilíbrio, na limpeza, na dedicação e na racionalidade. Enquanto as cores azuladas, cinzas escuras ou pretas ajudam a alcançar a flexibilidade, a sabedoria, a inteligência, a paz e a tranquilidade”, explica o Mestre I Ming.

Já para quem deseja amor, compaixão, benevolência, amizade, simpatia e aproximação, o melhor é investir nas cores verdejadas.

“Historicamente, as cores sempre beneficiaram as pessoas. Na China, por exemplo, as crianças sempre colocam um lenço vermelho no pescoço para aumentar a energia no estudo”, explica.

fonte: Wanessa Ferrari – JCNET.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *